Calafate

Ser ou não ser:
antes fosse a questão.
A angústia de agora
é lembrar de você ou não.

Inspiro fundo e você volta.
Linda. Alegre. Engraçada.
Você pula, brinca e provoca.

Inspiro fundo e você volta.
Linda e com vontade de ser amada
Vou tocar você e … que nada!

Era “só” a ideia do amor: o amor que é só nosso.
A obra-prima que não pode ser tocada.
Joia em nossos corações blindada.
Acho tudo lindo, exceto se nem ter teu toque posso.

O peito segue aquecido, certo de que vai voltar.
Só que a pele, carente do teu calor
não se contenta com o imaterial amor:
clama por você  e me faz chorar.

Para Fernanda Martins



 


Buscar