Postura

 

pensei hoje no cirurgião
que no lidar com as mãos
põe nelas também o coração.

pensei hoje no cirurgião
pensei nele como um poeta
que no lidar com as mãos
põe nelas também o coração.

é que ninguém é todo livre
ainda quando a construção
jorra, por talento e inspiração

depois do ápice, passada a tensão,
serão ambos dedicadas aranhas
costurando teias para apoiar
o que lhes veio como dádiva, como benção.

é por tudo isso que
pensei hoje no cirurgião

pode ser o procedimento delicado
pode ser o corte de alta precisão
pode ser uma ideia brilhante
pode ser sentimento enfim libertado

é certo
que no lidar com as mãos
põe nelas também o coração.

nada pode ser fonte de dilema
e tudo pode ser poesia
e tudo pode ser quente
tudo é uma questão de postura

seja pra fechar fendas do poema
seja pra fechar fendas do doente

a cirurgia requer pontos, costura,
e a poesia requer pontos, costura.

 



 


Buscar